top of page

CORTE QUÍMICO: O QUE É E COMO EVITAR?

Atualizado: 14 de nov. de 2022

Você sabe o que é corte químico? Esse é um problema muito sério que ocorre devido ao excesso de procedimentos feitos nos cabelos sem um intervalo para recuperação da saúde dos fios, como também pode ser uma consequência das incompatibilidades das substâncias químicas ou sua aplicação errada, o que pode acabar se tornando muito perigoso e agressivo.


A situação é observada principalmente em cabelos que não estão preparados ou fortes o suficiente para receber tais químicas, que pode ser o caso de alisamentos e descolorações feitas em uma situação de fragilidade capilar, por exemplo.


Assim, como o próprio nome já explica, acontece um verdadeiro corte nos fios, onde a fibra capilar acaba se rompendo devido aos procedimentos que foram realizados. Por isso é muito importante estar sempre atenta a saúde das madeixas antes de fazer qualquer mudança!


Confira a seguir quais são os principais sinais que indicam a possibilidade de um cabelo sofrer corte químico, suas consequências e saiba também como evitar esse problema!



CORTE QUÍMICO: CONHEÇA OS SINAIS E AS CONSEQUÊNCIAS


Se você estiver pensando em fazer algum procedimento químico, seja um alisamento ou mudança na cor, é extremamente necessário dar uma atenção à saúde capilar, para que assim você tenha certeza de que o cabelo está realmente preparado para receber aquela química.


O Studio Luiza Mari listou os principais sinais de alerta que podem indicar a possibilidade de o cabelo sofrer um corte químico, observe se você identifica alguns desses nos seus fios:


  • Fragilidade capilar;

  • Presença de fios elásticos;

  • Aparecimento de pontas duplas;

  • Queda acentuada;

  • Textura áspera;

  • Cabelos sem brilho e com aspecto poroso;

  • Fios quebradiços.


Quando um cabelo que apresenta esses sinais de alerta passa por procedimentos químicos, as chances das fibras capilares se romperem aumentam consideravelmente, pois não apresentam força e resistência para essas mudanças.


Com isso, alguns desses problemas listados se agravam ainda mais, dentre as principais consequências do corte químico, destacamos que os fios se tornam mais emborrachados e elásticos, assim acabam se apresentando de forma que parece estar "desmanchando".


Além disso, outros sintomas comuns são: aumento do frizz, fios extremamente secos e quebradiços, aspecto opaco e áspero, perda de vida e movimento, desbotamento rápido da cor em cabelos tingidos, queda capilar (caso o procedimento tenha sido feito a partir da raiz), como também presença de pontos brancos e pontas duplas, triplas e quádruplas.


COMO EVITAR?


Cuidar e estar atenta a saúde dos fios é a melhor forma para prevenir que aconteça o terrível corte químico, assim recomendamos que você procure um profissional especializado e de confiança para acompanhar a situação capilar, e, portanto, te ajudar e indicar o que é melhor ou mais indicado para os seus cabelos.


Uma das sugestões de especialistas é a realização do teste da mecha, que é algo muito prático e fácil de ser feito. É necessário separar apenas uma mecha, aplicar a química que você deseja fazer e esperar cerca de 45 minutos para que o produto possa agir nos fios.

Vale destacar que o teste da mecha deve ser feito próximo a região da nuca, pois se houver algum problema relativo ao corte químico não ficará em evidência, podendo ser facilmente escondido.


Após isso, o profissional deve lavar e secar a mecha normalmente e assim analisar se teve alguma reação que são indicativos de um corte químico. Se a resposta for “sim” é ideal que você não faça nenhum procedimento no seu cabelo, mas invista em alguns cuidados para recuperar e fortalecer os fios primeiramente, dentre eles:


  • Tenha um cronograma capilar, incluindo as importantes etapas de hidratação, nutrição e reconstrução;

  • Evite lavar o cabelo com água quente;

  • Não faça nenhuma química durante esse período;

  • Mantenha o corte em dia;

  • Cuide da alimentação, tenha uma dieta mais saudável e equilibrada;

  • Evite o uso excessivo das ferramentas de calor, como secador, chapinha e babyliss;

  • Lembre-se de sempre usar protetor térmico.


Para a realização de um alisamento ou mudança na coloração é essencial que você tenha certeza de que os fios estão verdadeiramente preparados para receber os produtos que serão aplicados.


Também é fundamental continuar com os cuidados após o procedimento e sempre observar se há alguma alteração na estrutura dos fios. Pois em alguns casos o corte químico pode ocorrer não de maneira imediata, mas depois de um determinado período após a aplicação da química.


Gostou do conteúdo? Acesse nosso blog para mais dicas e informações sobre beleza, estética, saúde e alimentação, clique aqui!


E venha cuidar dos seus cabelos no Studio Luiza Mari, conte com o trabalho dos nossos profissionais especializados, aqui temos todos os serviços e tratamentos que você precisa. Escolha sua unidade de preferência e agende seu horário, estamos te esperando!


UNIDADE PARAÍSO

Rua Coronel Oscar Porto, 281.

Paraíso - São Paulo, SP.

Telefones: (11) 2532.3643 - Fixo

(11) 98542.8252 - Celular/WhatsApp


UNIDADE VILA MARIANA

Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 675.

Vila Mariana - São Paulo, SP.

Telefones: (11) 5579.9780 - Fixo

(11) 98515.8954 - Celular/WhatsApp


UNIDADE MOEMA

Avenida Moaci, 550

Moema - São Paulo - SP

Telefones: (11) 3892.3575 - Fixo

(11) 94961.6101- Celular/WhatsApp

Comments


bottom of page