top of page

COMO COMBATER O EFEITO ELÁSTICO NOS CABELOS? CONFIRA NOSSAS DICAS

Você sabe o que é o chamado efeito elástico nos cabelos? Também caracterizado como fios emborrachados ou efeito chiclete, essa condição ocorre quando as madeixas perdem sua elasticidade natural, atingindo assim um nível de elasticidade muito superior e nada saudável, o que promove danos na estrutura capilar, que fica extremamente fragilizada.


Esse é um problema que pode ter diferentes causas, mas a principal delas é o excesso de químicas sem tomar os devidos cuidados antes e depois de realizar os procedimentos, o que vale tanto para alisamentos, como também para tinturas e descolorações.


Quer saber mais sobre o efeito elástico e como identificá-lo em seus cabelos? Ou você está precisando de ajuda para combater esse problema nas suas madeixas? Então fica por aqui, pois nós daqui do Studio Luiza Mari vamos te ajudar e separamos boas dicas para a recuperação dos seus fios!



EFEITO ELÁSTICO NOS CABELOS: COMO IDENTIFICAR?


Para identificar o efeito elástico ou emborrachado nos cabelos é bem simples, basta você esticar um fio úmido e depois soltá-lo, caso ele não volte para a sua forma original, é um indicativo que apresenta esse dano.


Outra questão problemática que também pode acontecer nesse teste de elasticidade capilar, é que ao esticar o fio, ele pode acabar se quebrando. Esse é um grande pesadelo de muitas pessoas e pode realmente assustar, mas é um importante sinal de alerta das madeixas, que demonstram que precisa de cuidados e uma atenção extra.


O efeito elástico é responsável por tornar a estrutura dos fios mais fina, ressecada, sem brilho e quebradiça, além disso, a fibra capilar também tende a ficar com aspecto poroso e áspero. Mais algumas consequências são: cutículas mais abertas, perda de massa capilar, como também perda de nutrientes essenciais e queratina.


Agora é hora de você fazer esse teste aí da sua casa, caso o resultado indique que seus cabelos estão com esse aspecto emborrachado, saiba que é a hora de procurar por ajuda profissional para dar início nos tratamentos, recuperando a saúde dos fios. E se o resultado do teste for positivo, procure manter os cuidados, prevenindo de futuros problemas.


A seguir, vamos te dar algumas dicas para te ajudar a combater (ou evitar) o efeito elástico!


DICAS PARA COMBATER O EFEITO ELÁSTICO


Como falamos, a principal causa dessa característica de efeito chiclete nos cabelos é o excesso de química sem cautela, ou seja, quando é realizado diferentes procedimentos que alteram a estrutura capilar sem ter os cuidados necessários e agindo de forma muito agressiva. Assim é essencial tratar as madeixas antes de receber determinada química, como depois de já ter feito o alisamento ou coloração, por exemplo.


Ah, e também se destaca aqui a falta de intervalos entre um procedimento e outro, e a mistura de químicas que não possuem compatibilidade, viu? Para que os fios se recuperem e fiquem fortes novamente, é preciso respeitar o tempo indicado por especialistas, e isso pode variar dependendo do tipo de química que foi aplicada nos cabelos.


Dessa forma, é ideal que você conte com um acompanhamento profissional e de confiança, para te indicar cuidadosamente o que deve ser feito, qual é o tratamento que precisa ser realizado e qual é o intervalo de tempo necessário. Tudo isso para que você possa realizar os procedimentos que deseja com total segurança e mantendo a saúde dos fios.


Mas fique sabendo, além do fator excesso de químicas, também tem outras causas que contribuem com esse problema, podendo potencializar e tornar ainda mais grave, por isso, separamos aqui uma listinha com alguns cuidados e dicas importantes para você combater o efeito elástico, saiba mais!


  • Tenha um cronograma capilar indicado por um profissional especializado, que deve avaliar a sua situação capilar e assim recomendar tratamentos personalizados para você, incluindo as importantes etapas de hidratação, nutrição e reconstrução.


  • Procure manter o corte em dia, para eliminar principalmente o que está mais danificado, removendo pontas ressecadas com certa frequência, sendo indicado um novo corte no máximo a cada 3 meses.


  • Evite novos procedimentos químicos nesse período de recuperação dos cabelos, a fim de prevenir novos danos ou agravar o problema.


  • Quando for pentear os cabelos, faça isso delicadamente, para que não tenha uma quebra dos fios.


  • Evite o uso das ferramentas de calor, como secador, chapinha ou babyliss. Mas caso tenha muita necessidade de recorrer ao uso dessas ferramentas, é essencial que se aplique antes o protetor térmico.


Com essas dicas, você já tem uma ideia de quais são os cuidados que precisam ser tomados para combater o efeito elástico. Lembre-se de que seu cabelo pode sim voltar a ser saudável como antes, mas para isso é importante que tenha um tratamento intenso e contínuo, e um acompanhamento especializado. Dessa maneira você irá alcançar resultados satisfatórios e potencializados da melhor forma possível!



Conte também com a ajuda das profissionais especializadas do Studio Luiza Mari, aqui temos todos os tratamentos que você precisa para cuidar dos fios e recuperar a saúde dos seus cabelos. Além disso, também podemos te ajudar a montar um cronograma capilar personalizado para você, entre em contato com a gente e agende um horário:


UNIDADE PARAÍSO

Rua Coronel Oscar Porto, 281.

Paraíso - São Paulo, SP.

Telefones: (11) 2532.3643 - Fixo

(11) 98542.8252 - Celular/WhatsApp


UNIDADE VILA MARIANA

Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 675.

Vila Mariana - São Paulo, SP.

Telefones: (11) 5579.9780 - Fixo

(11) 98515.8954 - Celular/WhatsApp


UNIDADE MOEMA

Avenida Moaci, 550.

Moema - São Paulo - SP.

Telefones: (11) 3892.3575 - Fixo

(11) 94961.6101- Celular/WhatsApp

Comments


bottom of page